Pesquisar este blog

sábado, 5 de fevereiro de 2011

chove,

chove dentro de mim a uma tepestade de raios e trovoadas, deslisamentos e todas as desgracas que ja poderiam acontecer, naturalmente ou nao. Meus olhos ja nao tem o mesmo brilho, meu sorriso? prendi uma ponta de cada lado na lua e o outro lado em uma das estrelas da ursa maior, para nao se desfazer, as estrelas ja nao ocupam seu lugar no ceu, e as nuvens passaram de brancas com formas fofas para borroes cinzas. As flores nao existem, os passaros nao cantam, e as borboletas nao voam. Meu anjo da guarda caiu do ceu, e agora faz de tudo pra me ajudar, aqui mesmo, no meu lado. Eu devo tudo a ele. E ele me garantiu que essa tempestade ja vai passar,  meu sorriso vai voltar, as pessoas ruins vai sumir, e as estrelas voltaram a brilhar, trazendo assim, o equilibrio para a minha vida. Obrigado Anjo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário